Desvendando o Whey Protein. 

  

Desvendando o Whey Protein

 

Muito se fala sobre ingerir shakes proteicos pré, durante e pós treinamento. Ao longo do dia, para aumentar o aporte deste macro nutriente. E até utilizá-lo em receitas saudáveis, no lugar de doces. Mas qual a ciência que este suplemento traz consigo? Qual sua real utilidade? E como podemos agregar ele em nossas vidas, sendo amantes de levantamento de pesos ou não.
  

 
Analisando o que há de estudos científicos, o que mais chama a atenção é a pluralidade do uso destes componentes proteicos, e como eles podem sim auxiliar de diversas maneiras a vários tipos de populações específicas. O que temos que ter em mente é que o suplemento conhecido como Whey é mais do que apenas um macronutriente, nele há muitos outros nutrientes e alguns efeitos fisiológicos potentes. Alguns estudos provaram que a proteína do soro de leite pode desencadear impactos positivos no tratamento e prevenção de algumas doenças como depressão, hipertensão arterial, hiperglicemia e auxílio no tratamento de câncer e HIV. 

 

O que é o Whey.  

  

 

Durante a produção do queijo uma parte líquida do leite é separada do restante do produto. Esta parte é conhecida como o soro do leite. A partir de uma mistura de proteínas isoladas deste soro do leite é feita a Whey Protein.
 
O leite é composto por três macro nutrientes: gordura, carboidrato e proteína. Estudos na área da saúde já salientam que a gordura, na forma saturada, é extremamente benéfica ao organismo humano. Dali retiramos matéria prima para a produção de hormônios – combustível para o cérebro – e mais uma série de benefícios que escreverei em outro artigo.
 
Para se ter uma idéia da importância dela, o leite materno tem em sua composição 50% de gordura saturada.
 

O carboidrato do leite vem em forma de LACTOSE, e este é mais um assunto que dá um artigo completo para um outro momento, agora o interessante é focarmos na proteína que o leite contém, principalmente em duas delas: caseína (aproximadamente 80% de sua composição) e de soro de leite (aproximadamente 20%).
 

Depois de ser separado durante a produção do queijo, o soro do leite passa por uma série de etapas de processamento para tornar-se o que as pessoas geralmente reconhecem como Whey Protein. Seu gosto não é muito agradável, por isso é normal que indústrias tentem saborizar o produto com aromas como chocolate, baunilha e morango. A dica que deixo é que você leia a lista de ingredientes, pois alguns deles podem conter aditivos insalubres como açúcar refinado, edulcorantes ou algum produto alergênico.
 

 

Os aminoácidos. 

 

As proteínas que fornecem todos os aminoácidos essenciais são certamente as melhores e a proteína do soro de leite é carregada com estes aminoácidos essenciais. Os BCAA são aminoácidos de cadeias ramificadas e quando falamos em aumento de massa muscular, os estudos apontam para o BCAA Leucina. Outro BCAA importante é a Cisteína, presente em grande quantidade no Whey Protein. Ela ajuda a aumentar os níveis de glutationa – um antioxidade celular.
 
   
Tipos de suplementos de proteína disponível. 
 
A principal diferença entre eles é a forma como eles foram processados.
 
– Concentrado: cerca de 70-80% de proteína. Contém alguns traços de lactose e gordura, normalmente tem o melhor sabor.
– Isolado: proteína 90%, ou superior. Contém menos lactose e gordura, porém em muitas vezes perde nutrientes benéficos encontrados em proteínas concentradas de soro de leite.
– Hidrolisado: é absorvido mais rapidamente. Estudos mostram que proteínas hidrolisadas fazem um pico entre 28-43% maior de insulina.
 
Em geral, as proteínas concentradas parecem ser a melhor opção: são mais baratas e mantém a maioria dos nutrientes benéficos encontrados naturalmente no soro do leite. Muitas pessoas também preferem seu sabor, provavelmente pelas pequenas quantidades de lactose e gordura. No entanto, sempre converse com um especialista para escolher a suplementação e o plano alimentar mais adequados ao seu organismo.
 
Quer um exemplo? Se você tiver problemas para tolerar uma proteína concentrada, ou se está tentando enfatizar proteína, reduzindo a ingestão absoluta de carboidratos e gorduras, proteínas isoladas de soro de leite, ou mesmo hidrolisadas podem ser uma opção melhor.
   
Mas nosso papo de Whey não se encerrará  por aqui, em breve trarei mais informações para vocês através dos meus parceiros no blog. 
 

Beijocas estaladas, 
Nívea 😘💋 

 
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s