Lanches infantis. 

Já sabe o que colocar na lancheira do seu filho?! Que tal esse pão de queijo falso?!

Fica uma delícia (muuuuito parecido com o pão de queijo comum!!!) e semana passada além de fazer para minha filha, fiz para ela dividir com seus amiguinhos de classe no colégio!!

✔️ 300 gramas de mandioquinha.

✔️ 100 gramas de batata doce.

✔️ 500 gramas de polvilho azedo.

✔️ 100 gramas de polvilho doce.

✔️ 1/2 copo de azeite.

✔️ 1 copo de água morna.

✔️ ervas finas (pode usar todas as ervas de sua preferência.).

✔️ sal (eu uso sal rosa!!!)

Cozinhei a mandioquinha e a batata doce no vapor, amassei e fiz um purê. Fui acrescentando os outros ingredientes misturando com as mãos mesmo até ficar uma massa homogênea. Fiz bolinhas pequenas, coloquei em uma forma e assei em forno médio por 25 minutos.

Fica bom também se vc usar só mandioquinha ou só batata doce ou abóbora!!! Ou misturar como eu misturei nessa receita!!! A quantia para o purê sempre será em torno de 400 gramas ok?

Sempre saiba o que seu filho está comendo!! Se ele levar de casa fica muito melhor!!! 

O bolo de cenoura que postei aqui no blog semana passada também faz muito sucesso com a criançada!!! É só trocar o cacau por ChocoKids (o achocolatado saudável da Essential Nutrition.). Eu adoço com Xylitol mas vc pode usar açúcar de coco por exemplo.

Meu famoso bolo de banana (receita que consta aqui no blog!!! Procurem no mês de agosto!!!!) também é uma opção excelente!!! Minha filha ama!!! E quem não quiser adoçar com xylitol pode usar demerara.

Os produtos industrializados estão a cada dia mais presentes e atrativos no mercado de alimentos. Oferece praticidade, além de possuírem prazo de validade maior do que os produtos in natura, tornando fácil o armazenamento. Para oferecer praticidade e durabilidade dos produtos, as indústrias utilizam diversos aditivos químicos. Estes não fazem bem à saúde quando consumidos com freqüência, além de conterem sal, gorduras e açúcar em excesso.

Estudos apontam que o consumo desses alimentos, juntamente com a alimentação pobre em frutas, legumes e verduras aumenta o risco de agravos à saúde, principalmente relacionados a doenças cardiovasculares.

Comumente são encontrados os seguintes produtos químicos nos alimentos industrializados: Corantes, aromatizantes, conservantes, estabilizantes e acidulantes.

 

Orientações para a alimentação de seu filho (por Daniela Menardo – nutricionista – CRN 10334).

  • Ofereça alimentos naturais como frutas, verduras e legumes;.
  • Opte por sanduíches, bolos e biscoitos bolos caseiros;
  • Oferecer água e não sucos industrializados ou refrigerantes. Estes produtos contêm sódio e conservantes. A agua aromatizada e uma ótima opção ou sucos naturais sem adoçar.

Muitas vezes as crianças não aceitam bem os alimentos oferecidos, com isso os pais e educadores precisam usar a criatividade para “disfarçar” alguns alimentos. Por vezes esses são induzidos a comprar alimentos industrializados por conter na embalagem a informação “ricos em vitaminas e sais minerais”. Porém, a quantidade dos nutrientes adicionados normalmente é muito inferior ao recomendado, fazendo pouca diferença.

A opção mais saudável e sempre com frutas, sanduiches e bolos feitos em casa, mas as vezes por conta do tempo e rotina diária acabamos nos rendendo aos industrializados, por conta disso segue quais opções são mais adequadas nestas horas.

 

  • Requeijão x Pasta de grão de bico ou pasta de amendoim

Já existe no mercado opções para fugir do requeijão (um produto ultra processado rico em sódio, conservantes e de baixo teor nutricional). Troque por pastas naturais de soja, grão de bico e pasta de amendoim, que contêm boas quantidades de proteína, deixando a criança saciada por mais tempo, melhorando a imunidade, diminuindo sensibilidades alimentares, processos alérgicos, rinites e problemas intestinais como gases, diarreia ou constipação.

  •  Bisnaguinha x Pão integral

As famosas bisnaguinhas são cheias de açúcar, gordura e glutamato monossódico, com o dobro de gordura do que o pão de forma tradicional! Opte por pães onde o primeiro ingrediente seja “farinha de trigo integral”, é um alimento com mais quantidades de fibras, que estimulam o transito intestinal saudável da criança e por ser integral, contém mais vitaminas que fortalecem o sistema imune dela também.

  • Achocolatado x Sucos de frutas naturais integrais

Se não puder mandar o suco natural, fuja das versões industrializadas chamadas de néctar, que são apenas frutose acrescido de mais açúcar, aditivos e excesso de conservantes que fazem muito mal à saúde. Sendo assim, compre apenas sucos com o rótulo “suco integral da fruta”, sem aditivos e sem conservantes. Eles equivalem a uma porção de fruta para as crianças e sem açúcar extra.

  • Bolo pronto de pacotinho x Cookie de aveia

Se a criança gostar de bolo, não coloque, jamais, na lancheira os do tipo pronto, que carregam quantidades enormes de gordura trans (o pior tipo de gordura que afeta o cérebro e causa aumento de colesterol e entupimento de artérias) e que contem açúcar em sua composição. Opte por cookies integrais de aveia, pois também são ótimas opções e conservam bem em temperatura ambiente.

  • Batatas chips x Biscoito de polvilho integral

Assim como o bolinho pronto, batatas chips também contem gordura trans e fazem muito mal à saúde da criança. Uma boa opção de salgadinho e que as crianças adoram é o biscoito de polvilho integral, que é assado e bem gostoso. Ele é encontrado em lojas de produtos naturais.

  •  Danoninho (produtos tipo petit suisse) x Iogurte desnatado

Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira dos Direitos do Consumidor revelou que o danoninho tem muito mais corante e açúcar do que se imagina, e, ao contrário do que anunciam não tem a quantidade de vitaminas e ferro citada. Além de ter açúcar em excesso: Danoninho é guloseima, não é lanche. Opte por iogurtes naturais ou desnatados, que não contem altas quantidades de conservantes e químicos.

  • Kinder Bueno x Frutas crocantes

Os chips de frutas são fontes de fibras, naturais, sem adição de açúcar e conservantes. Por serem desidratados, tem uma vida de prateleira maior. São vendidos em embalagens como os biscoitos, o que é um ponto positivo, já que a criança não se sente “isolada” e diferente dos colegas na hora do lanche. Além de ser uma opção muito mais saudável e nutritiva do que um doce industrializado e cheio deconservante e flavorizante.

  • Salgado de presunto e queijo assado x Snacks de mandioca e soja

O salgado de queijo e presunto apresenta muito sódio, além de ter muita gordura saturada. O consumo exagerado pode levar à obesidade, além de problemas cardíacos também. O snack é natural e sem glúten, oferecendo uma alimentação mais saudável.

  •  Amendoim Japonês x Mix de castanhas

O mix pode ser feito com diversas opções (castanha de caju, castanha do pará, amêndoa, avelã, macadâmia) e é uma ótima opções salgada, acessível e simples. Apesar de ainda não saberem o porquê, pesquisas mostram que o número de crianças com alergia a amendoim aumentou significativamente nos últimos anos. Muitos cientistas acreditam que o alto consumo do alimento, que é rico em gordura saturada, pode desencadear uma reação do organismo.

  •  Chocolate x bananada sem açúcar

A bananada é rica em fibras e nutrientes, como o ferro, potássio e proteínas e pode servir como uma boa opção de doce após o lanche no lugar do chocolate que possui grandes quantidades de açúcar e gordura. Alguns tipos ainda tem cafeína na composição o que, em excesso, pode tirar o sono ou o apetite.

  • Biscoito recheado x cookie integral

Substitua os biscoitos gordurosos, ricos em carboidratos simples, gordura trans e sódio por cookies integrais, que possuem aveia, são ricos em fibras e com baixo teor de sódio, ou seja, muito mais nutritivos e saudáveis ao corpo.

  • Biscoito salgado x Bolacha de arroz

A segunda opção é mais saudável por possuir menos calorias e menos gordura do que a segunda, que contém altas doses de farinha refinada, gordura trans, açúcar e sódio. Geleia 100% fruta é uma ótima opção para acompanhar a bolacha de arroz no lanche.

Lembre-se: lanche saudável quando falamos em alimentação infantil deve ser, principalmente, com baixos teores de açúcar, sal e gordura de boa qualidade. É preciso ter atenção também ao transporte e à refrigeração dos alimentos para que eles não corram o risco de estragar. Uma dica é usar uma bolsa térmica ou levar bebidas e iogurtes congelados.

Precisamos suprir nossas necessidades com alimentos variados e de qualidade, portanto quanto mais naturais forem melhor será para nosso organismo.

 

Sabemos que a correria é grande e que em alguns dias não temos tempo para preparar em casa. Abaixo duas opções que agradam tanto a mamãe como o filhinho!!! Com menos sódio, açúcar e sem gorduras trans!!!

 

Muito obrigada Daniela Menardo pelas orientações nutricionais.
Cuide de quem você ama, cuide dos seus filhos e de você. Procure preparar a comida em casa, com alimentos naturais e de qualidade e dê preferência sempre aos orgânicos.
Beijocas estaladas,
Nívea 😘💋

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s